sábado, 22 de outubro de 2011

Se (Hermógenes) Se, ao final desta existência, Alguma ansiedade me restar E conseguir me perturbar; Se eu me debater aflito No conflito, na discórdia... Se ainda ocultar verdades Para ocultar-me, Para ofuscar-me com fantasias por mim criadas... Se restar abatimento e revolta Pelo que não consegui Possuir, fazer, dizer e mesmo ser... Se eu retiver um pouco mais Do pouco que é necessário E persistir indiferente ao grande pranto do mundo... Se algum ressentimento, Algum ferimento Impedir-me do imenso alívio Que é o irrestritamente perdoar, E, mais ainda ,Se ainda não souber sinceramente orar Por quem me agrediu e injustiçou... Se continuar a mediocremente Denunciar o cisco no olho do outro Sem conseguir vencer a treva e a trave Em meu próprio... Se seguir protestando Reclamando, contestando, Exigindo que o mundo mude Sem qualquer esforço para mudar eu... Se, indigente da incondicional alegria interior, Em queixas, ais e lamúrias, Persistir e buscar consolo, conforto, simpatia Para a minha ainda imperiosa angústia... Se, ainda incapaz para a beatitude das almas santas, precisar dos prazeres medíocres que o mundo vende... Se insistir ainda que o mundo silencie Para que possa embeber-me de silêncio, Sem saber realizá-lo em mim... Se minha fortaleza e segurança São ainda construídas com os materiais Grosseiros e frágeis Que o mundo empresta, E eu neles ainda acredito... Se, imprudente e cegamente, Continuar desejando Adquirir, Multiplicar, E reter Valores, coisas, pessoas, posições, ideologias, Na ânsia de ser feliz... Se, ainda presa do grande embuste, Insistir e persistir iludido Com a importância que me dou... Se, ao fim de meus dias, Continuar Sem escutar, sem entender, sem atender, Sem realizar o Cristo, que, Dentro de mim, Eu Sou, Terei me perdido na multidão abortada Dos perdulários dos divinos talentos, Os talentos que a Vida A todos confia, E serei um fraco a mais, Um traidor da própria vida, Da Vida que investe em mim, Que de mim espera E que se vê frustrada Diante de meu fim. Se tudo isto acontecer Terei parasitado a Vida E inutilmente ocupado O tempo E o espaço De Deus. Terei meramente sido vencido Pelo fim, Sem ter atingido a Meta.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

"Cada dia é uma história. Cada passo, uma conquista. Cada pedra no caminho é uma forma de amadurecimento. E, mesmo que o tempo passe, e que as coisas mudem, é olhando para trás que nos damos conta que simplesmente vivemos,por isso, não faça com que a pressa de colher estrague o seu momento de plantar.."

sábado, 15 de outubro de 2011

Quando passares pelas águas, eu serei contigo; quando, pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Isaías 43: 2 A Palavra de Deus tem mostrado que o Senhor não livra das fornalhas, mas livra nas fornalhas. Ela é clara em nos advertir que os problemas virão para todos, porém, para os justos há certeza que não está só. O Espírito de Deus sustenta os Seus.
Salmos 37: 25 Lealdade a Deus, ao matrimônio e constância na fé têm grande valor diante de Deus. Porém, o caráter do justo vai muito além disso. Ele vê como Deus vê, pensa como Deus pensa, age como Deus agiria no seu lugar, enfim, vive de acordo com a vontade dEle. Esse é o ungido com o Espírito Santo! Esse é o justo que Davi se refere e que jamais será desamparado!
"O temor do SENHOR é fonte de vida para evitar os laços da morte." Provérbios 14.27 A falta de temor a Deus nos dias atuais motiva a violência, corrupção e morte. E até a sensação de sucesso e bem-estar entre os ímpios tem cegado seu entendimento. Mas, os fiéis, os que fogem do mal, os que têm praticado a Palavra do Senhor têm vida, paz e, sobretudo, garantia de salvação eterna.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Sonda-me, Senhor, e me conhece Quebranta o meu coração Transforma-me conforme a Tua palavra E enche-me até que em mim se ache só a Ti Então, usa-me , Senhor Usa-me Como um farol que brilha à noite Como ponte sobre as águas Como abrigo no deserto Como flecha que acerta o alvo Eu quero ser usado da maneira que te agrade Qualquer hora e em qualquer lugar Eis aqui a minha vida Usa-me, Senhor Usa-me Sonda-me, Senhor, e me conhece Quebranta o meu coração Transforma-me conforme a Tua palavra E enche-me até que em mim se ache só a Ti Então, Usa-me, Senhor Usa-me Como um farol que brilha à noite Como ponte sobre as águas Como abrigo no deserto Como flecha que acerta o alvo Eu quero ser usado da maneira que te agrade Qualquer hora e em qualquer lugar Eis aqui a minha vida Usa-me, Senhor Usa-me Sonda-me, Quebranta-me, Transforma-me, Enche-me, E usa-me. Sonda-me, Quebranta-me, Transforma-me, Enche-me, E usa-me....Senhor